RAÇÃO OURO 22

INDICAÇÃO
RAÇÃO PARA BOVINOS EM LACTAÇÃOlinha lactacao racoes leitepeu

DESCRIÇÃO
Ração com Alta Concentração Energética, enriquecida com MINERAIS, VITAMINAS e MONENSINA SÓDICA, indicado para Vacas Leiteiras em todas as estações do ano. Fornecer de 1 kg para 2,5 a 5,0 kg de leite a produzir, em função da qualidade de volumoso, potencial leiteiro da vaca, condição corporal e fase da lactação. A recomendação de uso pode ser alterada com a assistência de um técnico.

COMPOSIÇÃO BÁSICA
Farelo do Soja, Milho Integral Moído, Calcário Calcítico, Cloreto de Sódio (Sal Comum), Enxofre Ventilado (Flor de Enxofre), Fosfato Bicálcico, Caulim, lodato de Cálcio, Monensina Sódica, Monóxido de Manganês, Selenito de Sódio, Sulfato de Cobalto, Sulfato de Cobre, Sulfato de Zinco, Sulfato Ferroso, Uréia Pecuária, Vitamina A, Vitamina D e Vitamina E.

EVENTUAL SUBSTITUTIVOS
Casca de Soja Moída, Farelo de Algodão, Farelo de Arroz Desengordurado, Farelo de Trigo, Farelo de Glúten de Milho-21, Farelo de Glúten de Milho-60, Levedura Seca de Cana de Açúcar, Polpa Cítrica, Sorgo Integral Moído, Sulfato de Cálcio e Iodato de Potássio.

NÍVEIS DE GARANTIA POR QUILOGRAMA DE PRODUTO

Proteína Bruta (Mín): 220,00 g
Sódio (Mín): 1.900,00 mg
NNP-Equiv. Proteína (Máx): 33,60 g  
Cobalto (Mín): 0,30 mg
Extrato Etéreo (Mín): 20,00 g
Cobre (Mín): 18,00 mg
FDA (Máx): 100,00 g
Ferro (Mín): 30,00 mg
Fibra Bruta (Máx): 90,00 g
Iodo (Mín): 1,20 mg
Matéria Mineral (Máx): 90,00 g
Manganês (Mín): 75,00 mg
Umidade (Máx): 120,00 g
Monensina Sódica (Mín): 35,00 mg
Cálcio (Mín): 7.800,00 mg
Selênio (Mín): 0,45 mg
Cálcio (Máx): 11,00 g
Vitamina A (Mín): 8.000,00 UI*
Fósforo (Mín): 5.000,00 mg
Vitamina D (Mín): 2.000,00 UI*
Enxofre (Mín): 540,00 mg
Vitamina E (Mín): 50,00 UI*
Magnésio (Mín): 2.000,00 mg  Zinco (Mín): 105,00 mg

 

 

 

 

 

 

 

 

 


*UI - Unidade Internacional

INDICAÇÕES DE USO
Ração para bovinos em lactação.

MODO DE USAR
Fornecer a ração para vacas em lactação na relação de 1 kg do produto para 2,5 a 5,0 kg de leite produzidos, sendo a variação dessa relação dependente da qualidade da forragem disponível, fase de lactação e condição corporal do animal.

RESTRIÇÃO DE USO
"Uso proibido na alimentação de equinos."

CONDIÇÕES DE CONSERVAÇÃO

Conservar o produto sobre estrados, em local seco, ventilado e ao abrigo da luz solar.