http://www.leitepeu.com.br/administrator/index.php?option=com_media&view=images&tmpl=component&asset=358&author=created_by&fieldid=jform_images_image_intro&folder=

Segunda etapa de vacinação contra a Febre Aftosa encerra dia 30 de novembro

Bovinos e bubalinos com idade de 0 a 24 meses DEVEM SER VACINADOS

Encerra-se na próxima quinta (30/11) a segunda etapa de vacinação do rebanho mineiro contra a febre aftosa. Os produtores rurais deverão vacinar bovinos e bubalinos de sua propriedade com idade de zero a 24 meses. O produtor que não vacinar o rebanho estará sujeito a multa de R$ 81,28 por animal não vacinado. A vacinação é obrigatória e é a única forma de proteger os animais contra a doença. A vacinação é importante e o status de área livre de febre aftosa junto à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o que tem viabilizado as exportações de animais e produtos de Minas para o mercado internacional. O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) - órgão responsável por supervisionar e fiscalizar a vacinação do rebanho – estima que deverão ser vacinados nesta etapa cerca de 9,5 milhões de bovinos e bubalinos em todo o estado.

Além de vacinar o rebanho os produtores devem obrigatoriamente declarar ao IMA a vacinação dos animais. Caso não faça essa declaração ao Instituto o produtor estará sujeito a multa de R$ 16,25 por animal. O IMA estabeleceu que a partir desse ano só poderão fazer a declaração de vacinação presencialmente em uma unidade do IMA os produtores que sejam proprietários de até 149 animais. Os demais, com plantel igual ou superior a 150 bovinos ou bubalinos deverão declarar a vacinação do seu rebanho contra a febre aftosa exclusivamente por meio do site do IMA: www.ima.mg.gov.br. Para tanto, deverá utilizar o seu CPF e ter em mãos o número da nota fiscal de compra de vacinas, que será a sua senha de acesso ao ambiente da declaração de vacinação no site.

Faça a declaração a partir de: DECLARAÇÃO DE VACINAÇÃO